Mercado de trabalho reserva vaga para vários perfis

Tendo em vista os cursos disponíveis no CCL (Publicidade e Propaganda, Letras e Jornalismo) da Universidade Presbiteriana Mackenzie, o jornal Acontece encarregou-se de desvendar as pretensões do mercado atual, por meio de entrevistas com profissionais de cada área, para absorver os recém-formados lançados em disputa de empregos. 

POR RICARDO CHAPOLA

 É difícil saber o que as grandes empresas procuram dos candidatos disponíveis e carentes de emprego. E isso inclui também os universitários (neste caso, os estudantes de Letras, Jornalismo e Publicidade), prestes a iniciarem carreira profissional. Grande parte desse desconhecimento já fica evidente nas entrevistas para efetivação de mão-de-obra. Vestuário, brincos, piercings, tatuagens serão diferenciais? Como devo me portar se for empregado? Devo ser mais formal do que o comum (tanto no vestir-me como no falar)? São dúvidas que geralmente podem vir à tona quando não se sabe qual o perfil mais almejado pelas instituições.

À par da situação, o Acontece vasculhou nos setores de Comunicação, Publicidade e Letras quem poderia apontar as reais preferências das empresas na busca de perfis de empregados ideais. Em entrevista feita por e-mail com Graziela Puerto, analista de Recursos Humanos do Grupo Estado, foi suscinta ao afirmar quais os aspectos procurados no candidato. “De forma geral, são efetivados os profissionais que possuem bom nível cultural (sejam fluentes em outros idiomas, por exemplo), boa comunicação, criatividade, relacionamentos harmônicos e senso crítico. São os que se destacam”, aponta ela.

Vanessa Elizabeth Christov, psicóloga da agência publicitária DM9 que presta contas ao Itaú, Bohemia, Varig, Terra, Sadia, C&A, Nokia, Intel entre outros, reforçando o depoimento de Graziela, diz que teoria sem prática é, em parte, inútil. “O que nos interessa é o reflexo do rendimento acadêmico do estudante. A entrevista e a experiência prática são expoentes”.

Com relação aos trajes e adornos como tatuagens e brincos, para a DM9, são indiferentes. “A aparência não é critério de avaliação e sim a atividade, o gosto pela publicidade, dedicação, inovação e dinâmica do entrevistado” revela. “A DM9 tem gente que veste terno e gravata, como também os tatuados, com piercings e tudo mais” finaliza.

Concorde com Vanessa, Laez Barbosa Fonseca, técnico pedagógico do Colégio São Luiz, endoçou o discurso da psicóloga: “Nada contra esses costumes, mas se deve relevar a capacidade de se impôr no contexto da escola, de transmitir o conhecimento. No São Luiz, temos professores cabeludos, com brinco. Só acho que devem atentar a uma postura mais formalizada durante a entrevista, o que não significa se desvencilhar de seus estilos” afirmou.

Anna Melo, editora de moda (produção fotográfica e textos) da Revista Molde e CIA, também deu seu depoimento. No entanto, a jornalista relativiza alguns pontos. Segundo ela, cada empresa tem o seu perfil. “O estudante precisa estudar o modo de vestir, por exemplo, do local onde pode trabalhar para saber como se apresentar: cabelo, barba, camisa, calça e sapato. Como também precisa saber a missão da instituição, os objetivos e o que ela realmente espera do candidato. Para mim, o propenso funcionário deve ter somente sensibilidade na entrevista, no primeiro momento, para falar na medida certa. Entonação, postura, olhar, simpatia e confiança contam muito neste contato” declara.

Enquanto possa existir receio de incessantes dificuldades na busca de emprego no concorrido mercado de trabalho, Anna Melo ainda salientou: “Tudo bem que não é facil, porém se houver verdadeiro interesse e dedicação em conhecer, o universitário percebe que há espaço para todos os estilos imagináveis nesta vasta variedade de profissões existentes”.

Anúncios

~ por aconteceonline em outubro 30, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: